Selo 30 anos
Fone: (11) 3285-4422

Pergunte para o Dr

Receba resposta de suas dúvidas. Se preferir, deixe na mensagem seu telefone para um contato mais rápido.


Clínica de Andrologia, Urologia e Geriatria em SP

ESPECIALIDADES

Prótese Peniana

Indicadas nos casos de disfunção erétil total ou parcial em que não existam outras possibilidades de tratamento.

Saiba mais

Impotência Sexual

Atualmente, 20% dos homens apresentam algum tipo de disfunção sexual, alterações na libido (desejo sexual), ereção (dificuldade em conseguir ou manter a rigidez) e no controle da ejaculação.

Saiba mais

Disfunção Erétil

A diabetes em suas diferentes formas, congênitas ou adquiridas acabam levando a lesões teciduais, a "neuropatia diabética" que pode trazer uma perda total ou parcial da ereção peniana.

Saiba mais

Câncer ou tumor da Próstata

A prostata e uma glândula do Sistema Reprodutor masculino que produz o liquido da ejaculação que leva os espermatozoides, localiza-se logo abaixo da bexiga.

Saiba mais

Prótese de Testículos

Prótese de testículos é indicada esteticamente, não tendo nenhuma função fisiológica (produção hormonal e espermatozoides).

Saiba mais

Peyronie

A Doença de Peyronie consiste em uma fibrose/calcificação do pênis que dependendo da extensão pode causar uma curvatura e dores durante a ereção.

Saiba mais

Ejaculação Precoce

Ejaculação Precoce é a falta no controle do orgasmo/ejaculação que pode ocorrer mesmo antes da introdução, estimando-se que atinge até cerca de 30% dos homens em grandes centros, devidos provavelmente ao stress de grandes metrópoles.

Saiba mais

NOTÍCIAS ver todas

Mal de Alzheimer

d760ec29-964e-4bff-850f-0ee6a6cdfd1a


Mal de Alzheimer é uma doença de evolução lenta e progressiva, promovendo a destruição das funções mentais, levando o paciente a demência, termo utilizado para o Mal de Alzheimer no passado. O sintoma inicial é a perda de memória, sendo associado com processos normais de envelhecimento e stress; desta forma na evolução da doença surgem outros sintomas como confusão mental, irritabilidade e agressividade, alterações de humor, falhas na linguagem, perda de memória a longo prazo, tornando-se cada vez mais distante da realidade. No Alzheimer, os neurônios e suas conexões se degeneram e morrem. Sem causa conhecida, devemos considerar a predisposição genética e outros fatores ambientais, como contribuição para o desenvolvimento desta demência. A evolução da doença pode ser classificada em quatro fases: no início, acontece a perda da memória recente e alterações na personalidade. Já na fase moderada, há agitação, insônia, dificuldade para falar e para coordenar movimentos. Na forma grave, o paciente pode ter dificuldade para comer, resistência à realização de tarefas diárias e incontinência fecal e urinária. No estágio terminal, o paciente fica totalmente apático. Acomete idosos entre os 65 e 70 anos. E como não tem cura, a pessoa com Alzheimer se torna dependente de outros para as suas necessidades humanas básicas.

Novos conceitos sobre a Doença de Peyronie 2016.

 

A doença de Peyronie é uma fibrose que pode trazer alterações penianas afetando o desempenho sexual, como curvatura, dores e falta da ereção. O diagnóstico é feito com a palpação dos tecidos afetados, muitas vezes com a presença de nódulos endurecidos e exames de imagens como a Ultrassonografia avaliam os tecidos e a extensão destas fibroses.
Há diversos tratamentos desde comprimidos, injetáveis, uso de extensores e cirurgias para os casos avançados. A AUA (Associação Americana de Urologia) não recomenda os tratamentos orais por não apresentarem resultados significativos, lembrando que todos os tratamentos podem ter resultados que dependem da causa destas fibroses, mas a princípio qualquer manipulação da região (inclusive o ato sexual, e a masturbação principalmente) leva a piora do quadro.
As cirurgias, visam à liberação e retirada das placas quando presentes, muitas vezes é necessário o reparo destes tecidos para a recuperação do tamanho peniano.
Enxertos e próteses penianas podem ser indicados nos casos mais avançados, e é comum o paciente procurar o tratamento tardiamente.
Se notar dor durante o ato sexual, e procurar uma consulta médica logo, muito provavelmente o tratamento será bem simples.

Praça Oswaldo Cruz, 124 - cj 106, Cep: 04004-070 - São Paulo - SP | Fone: (11) 3285-4422 Whatsapp: (11) 99971-1282