Selo 30 anos
Fone: (11) 3285-4422

Pergunte para o Dr

Receba resposta de suas dúvidas. Se preferir, deixe na mensagem seu telefone para um contato mais rápido.


Doença de Peyronie

peyronie

A Doença de Peyronie consiste em uma fibrose/calcificação do pênis que dependendo da extensão pode causar uma curvatura e dores durante a ereção.

Cada vez mais os homens vem procurando manter alem da virilidade, a estética no pênis, e muitos tem reparado nas irregularidades como caroços ao longo do pênis que em linguagem médica determinam como fibroses ou nódulos.

A doença de Peyronie se apresenta pelo desenvolvimento de uma placa de fibrose, em qualquer local do pênis e pode estar associado a curvatura peniana e a dor durante a ereção, dependendo da evolução da patologia, além da parte física e neurológica existe também o fator psicológico: inseguranças, ansiedade, dúvidas… e conforme a resistência da procura de um médico, levam muitos casos a serem tratados quando o quadro já se encontra crônico, pois o avanço da Peyronie é gradativo.

Ocorre em torno de 1% da população sendo mais frequente após os 45 anos de idade.

As causas podem ser resultantes de processos inflamatórios, infecciosos e traumas durante o coito onde pode ocorrer uma inflamação tecidual e resultar em uma fibrose, que pode progredir sem tratamento adequado.

A Doença de Peyronie pode ainda ser congênito, sem causa aparente, em que com o tempo o pênis vai se curvando cada vez mais, chegando ao ponto de dificultar ou impedir uma relação sexual.

A evolução pode ser de meses a anos. Com o agravamento o tratamento é cirúrgico. Deve-se procurar o tratamento logo no início porque além de trazer curvaturas, dificultam a ereção e trazem uma diminuição do tamanho do pênis devido a fibrose.

Há casos de alem de curvaturas, causam afunilamento, encurtamento e nodulações no pênis causada por trauma ou não, podendo prejudicar a túnica que envolve o pênis e os tecidos dos corpos cavernosos, com lesões vasculares e dos nervos penianos, alterando a qualidade de ereção.

Diversos tratamentos clínicos tem sido propostos mas sem resultados satisfatórios, sendo a cirurgia o tratamento definitivo, Dr Syuichi Fujisaki participou juntamente com Dr Tom Lue (Prof. responsável da Universidade da Califórnia) na decisão de técnicas cirúrgicas de fibroses, desde 1980 com implantes de próteses nos casos com disfunção erétil.

Técnicas cirúrgicas: a reconstrução é realizada com técnicas cirúrgicas adequadas para cada caso, desde técnicas mais simples com reparo da curvatura a retirada de placas com enxertos para a recuperação do tamanho peniano, ocasionado pelas fibroses.
Preocupação dos pacientes sempre e com relação ao tamanho peniano, mas com técnicas adequadas pode-se recuperar com ótimos resultados.

Por que tratar com Dr Fujisaki?
Ele é pioneiro em casos de natureza sexual masculina, as especialidades de urologia, andrologia e geriatria mais que se completam na grade curricular para o tratamento de ordem genital, hormonal, sexual e urinaria, sempre atualizado participando em cursos e congressos no Brasil e Exterior

Causas

As causas podem ser resultantes de processos inflamatórios, infecciosos e traumas durante o coito onde pode ocorrer uma inflamação tecidual e resultar em uma fibrose, que pode progredir sem tratamento adequado.
A Doença de Peyronie pode ainda ser congênito, sem causa aparente, em que com o tempo o pênis vai se curvando cada vez mais, chegando ao ponto de dificultar ou impedir uma relação sexual.

Evolução

A evolução pode ser de meses a anos, com a progressão das fibroses sem o tratamento adequado.
Inicia-se com um processo inflamatório que progride para formação de fibroses quando não tratadas a tempo, e posteriormente ocorre a calcificação deixando os tecidos enrijecidos ou duros, aumentando a extensão, formando nódulos e placas,que dependendo da região afetada traz deformações como curvaturas, afunilamento. As dores não são obrigatórias .
A estética ou o desempenho sexual afetada traz fatores psicológicos , como ansiedade e insegurança principalmente quando afeta a ereção peniana ou quando a curvatura incomoda a parceira, afetando a libido e a frequência sexual.
A demora no tratamento, faz com que o processo aumente, diminuindo as possibilidades de tratamento clinico.

Diagnostico

Realizado com o histórico relatado pelo paciente, pela palpação da fibrose, normalmente com consistência aumentada ou endurecida.
Exames de imagens comprovam a extensão e localização das fibroses, para orientação quanto ao tratamento e acompanhamento. (Ultrassonografia, Ressonância magnética e Doppler vascular ).

Tratamento Clínico e Cirúrgico

A escolha do tratamento depende do diagnostico da formação das fibroses, com diferentes medicamentos e procedimentos, em que os resultados dependem do acompanhamento especializado.
Diversos tratamentos clínicos tem sido propostos mas com resultados limitados, devido ao diagnostico ser realizado com o processo já instalado e em estágio crônico, sendo a cirurgia o tratamento indicado.
Dr Syuichi Fujisaki participou juntamente com Dr Tom Lue (Prof. responsável da Universidade da Califórnia) na decisão de técnicas cirúrgicas de fibroses, desde 1980 com implantes de próteses nos casos com disfunção erétil.

Técnicas Cirúrgicas

As técnicas cirúrgicas na parte sexual masculina vem desde a década de 70 e revolucionando cada vez mais com a aceitação do homem em se submeter ao tratamento com a recuperação das condições sexuais e qualidade de vida de modo geral.
A reconstrução é realizada com técnicas cirurgias adequadas para cada caso, desde técnicas mais simples com reparo da curvatura a retirada de placas com enxertos com a recuperação do tamanho peniano, ocasionado pelas fibroses.
A preocupação dos pacientes sempre e com relação ao tamanho peniano, que o têm em mente que ficou mais curto ou menor com a Peyronie, mas há técnicas adequadas podendo-se recuperar e superar com ótimos resultados

Diferencial da Clínica

Por que tratar com Dr Fujisaki?
Ele é pioneiro desde 1976 em casos de natureza sexual masculina, as especialidades de urologia, andrologia e geriatria mais que se completam na grade curricular para o tratamento de ordem genital, hormonal, sexual e urinaria, sempre atualizado participando em cursos e congressos no Brasil e Exterior.

A importância do tratamento logo no início porque além de evitar curvatura peniana que dificultam a ereção, dores no local e podem ocasionar uma diminuição do tamanho do pênis devido a fibrose peniana, que poderá ser reversível dependendo da técnica cirúrgica e habilidade do cirurgião.

DUVIDAS FREQUENTES

Quando procurar tratamento ?
- Quanto mais no inicio, melhores são as chances de evitar a formação e progressão das fibroses.

Medicamentos podem resolver ?
- Sim, mas se o quadro apresentar progressão, que pode ser acompanhada pelo medico, deve-se avaliar possibilidades cirúrgicas.

Quais são os medicamentos utilizados ?
- Dependem da indicação, desde anti-inflamatórios, corticoides, enzimas, imunológicos entre outros, com medicamentos orais e injetáveis. Uso de aparelhos devem ser monitorados para evitar lesões que podem piorar o quadro.

O tamanho peniano pode ser recuperado ?
- Sim, com técnicas adequadas liberando o lado com fibroses em casos de curvatura, e reparos com enxertos dependendo da extensão e localização, os resultados dependem de cada caso.

Por que ocorre a curvatura peniana ?
- Quando a fibrose ocorre em um dos lados, com a ereção o lado comprometido tem menos dilatação devido ao comprometimento com fibroses e enchimento sanguíneo.

A ereção pode ser recuperada ?
- sim, dependendo da extensão, pode ser indicada o implante de prótese peniana que pode ser maleável ou inflável, com ótimos resultados.

O implante de prótese e satisfatória ?
- sim, importante e a correção das fibroses para poder acomodar adequadamente a prótese e recuperar o tamanho peniano, índices de satisfação ficam em torno de 90% independente do tipo de prótese (semirrígidas ou infláveis).

A cirurgia de Peyronie e o implante de Prótese e realizada no mesmo ato?
- Sim, sob hospitalização de 1 dia.

 

 

 

Praça Oswaldo Cruz, 124 - cj 106, Cep: 04004-070 - São Paulo - SP | Fone: (11) 3285-4422 - (11) 99971-1282